Pedernet
NOTICIAS » POLITICA

02/12/2017 às 09h02min - Atualizada em 02/12/2017 às 09h02min

Camarinha e Bulgareli viram réus por fraude em licitação de merenda em Marília

Ministério Público Federal (MPF) acusa ambos de receberem propina. Camarinha afirmou que “vê com perplexidade” a decisão do TRF e que irá recorrer. Bulgareli não foi localizado para falar do caso.

Camarinha e Bulgareli viram réus por fraude em licitação de merenda em Marília

O deputado estadual e ex-prefeito de Marília (SP), Abelardo Camarinha (PSB), e o também ex-prefeito da cidade, Mário Bulgareli (PDT), viraram réus em uma investigação do Ministério Público Federal (MPF) por fraude em licitação de merenda escolar.



A decisão foi tomada pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região, que aceitou a denúncia do MPF. A investigação envolve também outros agentes públicos e empresários.



Em nota, Camarinha afirmou que “vê com perplexidade” a decisão do TRF pois em ação semelhante já foi absolvido. Afirma ainda que irá recorrer e que acredita na Justiça. Procurado, Bulgareli não foi localizado para se manifestar até a publicação desta reportagem.



Camarinha, Bulgareli e os demais suspeitos foram denunciados pela prática dos crimes de organização criminosa, corrupção passiva, corrupção ativa, direcionamento de licitações e prorrogação ilegal de contratos para aquisição de merenda escolar.



Segundo o MPF, todos eles receberam vantagens econômicas para direcionar certames, assinar e manter contratos e liberar pagamentos a preços superfaturados de produtos da merenda escolar fornecidos pela empresa SP Alimentação e Serviços Ltda.



As planilhas apreendidas durante as investigações revelaram que o esquema iniciado na gestão de Camarinha foi seguido por Bulgareli. Segundo a denúncia, ambos receberam propina correspondente a até 10% dos valores dos contratos, aditivos e prorrogações contratuais.



A denúncia foi apresentada em setembro de 2016. Na época, os agora réus apresentaram defesa preliminar tentando invalidar as acusações sob a alegação de prescrição dos crimes, o que não foi aceito pelos desembargadores. Diante dessa negativa, os acusados tornaram-se réus no processo.





CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR:

AUTOR/FONTE: Por G1 Bauru e Marília

Flávio Dias

(flaviodias883@hotmail.com)

Veja também »

10/03/2018

Pedro Tobias defende novo pacto federativo para salvar municípios

Pedro Tobias defende novo pacto federativo para salvar municípios

21/12/2017

Três municípios terão unidades do Detran todas modernizadas

Três municípios terão unidades do Detran todas modernizadas

16/12/2017

Governo libera recursos de esporte a 27 cidades da região

Governo libera recursos de esporte a 27 cidades da região

15/12/2017

USP inaugura núcleo para capacitar estudantes e profissionais da saúde

USP inaugura núcleo para capacitar estudantes e profissionais da saúde

13/12/2017

Anvisa aprova vacinação em farmácias

Anvisa aprova vacinação em farmácias

09/12/2017

Boracéia: ENTREGA DAS 114 CASAS POPULARES COM O SECRETÁRIO RODRIGO GARCIA

Boracéia: ENTREGA DAS 114 CASAS POPULARES COM O SECRETÁRIO RODRIGO GARCIA

serviços

© Copyright 2018 | Pedernet | Todos os Direitos Reservados | Hospedado por PAGE UP SOLUTIONS